Saúde

Dor nos rins, o que fazer?

20/04/2012

1
 
No cotidiano os rins só são lembrados quando doem, aparece sangue na urina ou a pessoa deixa de urinar. Até ao médico não especialista, muitas vezes, os rins passam despercebidos se não houver um sintoma bem evidente que o obrigue a avaliar sua integridade.
 
A prevenção das doenças renais deve ser feita por duas razões primordiais: a primeira e a mais importante é a razão humana. A doença renal crônica numa fase avançada traz uma situação única que acarreta transtornos não somente ao portador da doença, mas também a família e toda a equipe médica de saúde que trata do paciente em especial para aqueles que trabalham em centros de diálise.
 
Outra razão de mais fácil análise, porém não tão importante quanto a primeira são os problemas econômicos que elas geram. Para se ter uma idéia, o ministério da saúde despendeu somente com a terapia renal de substituição, isto é com o tratamento de hemodiálise, diálise peritoneal e com os transplantes renais no ano de 2007 mais de um bilhão e duzentos milhões de reais.
 
Existe alguma maneira de prevenir o aparecimento de uma doença nos rins? Sim; em primeiro lugar a exemplo de qualquer avaliação clínica que o médico tenha de fazer, uma anamnese e um exame físico bem conduzido podem fornecer pistas importantes avaliando a predisposição de grupos de pessoas que são mais vulneráveis.
 
História familiar de doença renal crônica, uso repetido e prolongado de remédios contra a dor ou antiinflamatórios, idade superior a 65 anos, a presença de diabetes mellitus, de doença cardiovascular, de hipertensão arterial no próprio paciente ou em seus familiares são fatores de predisposição.
 
Os sinais e sintomas da doença renal são multifacetados. Eles podem não existir até a doença atingir um estágio avançado. Alguns, no entanto, quando presentes são indicativos da disfunção renal: fraqueza, inchação do rosto ou das pernas, urina espumosa, escura ou com sangue, sede intensa, dificuldade para urinar ou urinar muito à noite.
 
Exames laboratoriais baratos e de fácil execução podem revelar dano aos rins numa fase precoce. A presença de proteínas detectadas num simples sumário de urina é fator de alerta e a dosagem anormal de creatinina no sangue ou a estimativa da filtração glomerular diminuída em uma coleta de urina de 24 horas são exames rápidos e ao alcance de qualquer laboratório.
 
Algumas dicas para preservar a saúde de seus rins:
 
1 – Conhecer o histórico familiar principalmente no tocante às doenças renais.
2 - Depois dos 40 anos, uma avaliação médica deve ser agendada anualmente.
3 - Controlar o peso e seguir uma dieta balanceada.
4 - Fazer exercícios físicos regulares.
5 - Não fumar e fazer o uso de bebidas alcoólicas com moderação.
6 - Nunca tomar medicamentos sem orientação médica.
7 - Monitorar periodicamente os níveis de colesterol e creatinina no sangue.
8 - Manter os níveis de pressão arterial o mais baixo possível.
9 - Se diabético, controlar rigorosamente os níveis de glicemia.
 
Dr. Joaquim Martins - Médico Nefrologista
 

Últimos Registros:







Ver todos os registros






AS MAIS LIDAS*

1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
* Notícias mais acessadas da semana


Twitter @fashionnews_



Encontre-nos

twitter Facebook


Copyright © 2014
Todos os direitos reservados a Fashion News
Webmail - Administração

Fuzzon