Beleza

Unhas encravadas têm solução!

15/06/2012

1
 
Na hora de cuidar da saúde e da estética, os pés sempre ficam em último plano. Além de micoses, frieiras e outras patologias, uma das consequências que mais incomoda são as unhas encravadas. Inúmeras são as pessoas que sofrem com este problema, geralmente desencadeado por maus hábitos no cuidado com as unhas, principalmente a dos pés.
 
Na maioria das vezes os pacientes chegam ao consultório dermatológico em casos já bem avançados e procurando uma solução desesperadamente. O dermatologista é o médico habilitado a diagnosticar e tratar todos os problemas inerentes a pele e seus anexos (cabelos e unhas), portanto, procurá-lo no inicio do problema é mais sensato.
 
Para tratar ou evitar que as unhas encravem, é necessário ouvir e cumprir as recomendações do médico, dentre elas: evitar o uso constante de sapatos bico fino apertando os dedos, utilizar tênis que não machuquem os dedos – principalmente para quem gosta de caminhar ou correr com freqüência –, e o mais importante, evitar cortar as laterais das unhas, ou seja, é indicado cortá-la quadrada, aparando eventualmente uma mínima porção da lateral.
 
O mais comum é os pacientes nos procurarem quando as unhas já estão totalmente encravadas, inflamadas e com uma formação nodular sangrante na lateral da unha comprometida. Geralmente informam estarem cuidando das unhas com profissionais não médicos que se dizem especialista em pés, e que estão cortando periodicamente as laterais da unha em sessões torturantes e inacabáveis. Infelizmente, não entendem que só estão alimentando o problema e tornando-o crônico, deixando a unha cada vez mais encravada.
 
Quando a unha chega neste ponto crítico só existe uma solução a ser dada: uma microcirurgia chamada matricectomia ungueal, realizada por dermatologista especialista em cirurgia. A versão mais moderna não tem cortes nem pontos e é feita sob anestesia local. Na cirurgia, ocorre a retirada da matriz da unha da lateral encravada, só assim o problema será resolvido definitivamente. A recuperação é muito rápida e em poucos dias já pode calçar sapato fechado. É comum os pacientes voltarem muito agradecidos e aliviados pela solução daquele tormento.
 
Portanto, não prolongue o problema caso ele exista, procure ajuda especializada e evite chegar a situações martirizantes.
 
 
*Vivianne Araújo
Dermatologista | CRM-PB: 5599
Pós-graduada em cosmiatria (Dermatologia Estética) pela FMABC – São Paulo;
Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Cirurgia Dermatológica
 

Últimos Registros:







Ver todos os registros












AS MAIS LIDAS*

1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
* Notícias mais acessadas da semana


Twitter @fashionnews_



Encontre-nos

twitter Facebook


Copyright © 2014
Todos os direitos reservados a Fashion News
Webmail - Administração

Fuzzon